Pokemons pré-históricos

Os pokémon pré-históricos apresentam formas mais primitivas de vida, que existiram a muito tempo atrás. Estes pokémon viviam em ambientes muito diferentes dos da atualidade, pois a disposição de seus alimentos e o ecossistema acabaram se perdendo ou sofrendo transformações, ao passar do tempo.

Eles são muito raros e apresentam hábitos pouco conhecidos. Dentre cada um dos quatro continentes conhecidos (Kanto, *Johto, Hoenn e Sinooh) existem centros de pesquisa. Nestes centros de pesquisa, estudam sobre os hábitos e o ambiente em que viviam há milhares de anos atrás. Também pode-se encontrar locais onde existem fósseis petrificados, contendo informações preciosas que podem ajudar a pesquisa sobre estes primitivos pokémon.

*OBS: Johto apresenta vários sitíos ricos em fósseis, artefatos e antigas ruínas. Nos games Gold/Silver/Crystal, não incluíram nenhum dos fósseis de pokémon, mas em Heartgold/Soulsilver pode-se encontrar muitos fósseis.

Mesmo tendo conhecimento da existência de colônias de pokémon pré-históricos, os pesquisadores mantém sigilo, pra evitar que a mídia tome conhecimento das descobertas científicas, realizadas nos laboratórios de pesquisa e sítios. Os especialistas em fósseis são denominados paleontólogos.

Na região de Kanto, encontramos alguns locais de pesquisa de fósseis. O Desfiladeiro do Vovô (Grandpa Canyon) e também algumas das ilhas do Arquipélago Laranja, onde se encontram vestígios de pokémon pré-históricos.

Aparentemente, um fóssil de Kabuto, em seu perfeito estado de conservação.

Fósseis de Pokémon

Os fósseis, podem conter traços destes pokémon pré-históricos. Vestígios de seu DNA, pedaços petrificados de seu corpo, garras ou cascos podem ajudar os pesquisadores a reviver estes pokémon, através de sua maquinária de tecnologia avançada. Os fósseis são muito raros, contudo, em algumas áreas, eles podem ser muito abundantes. A região de Sinnoh têm enormes galerias subterrânias e, graças a manutenção e a vigilância das mesmas, os treinadores podem usar equipamentos especiais pra escavar restos dos pokémon, ou até mesmo, minérios e itens de colecionador. Nas profundezas das galerias de Sinnoh, pode-se encontrar os fósseis de pokémon de várias formas. Sinnoh é uma região muito interessante, considerando que uma enorme montanha, separa os dois lados deste continente.

Informações Gerais e Fichas dos Pokémons

Pra acrescentar um pouco mais as curiosidades do mundo pokémon, entregarei um dado interessante. Estranhamente, todos os pokés pré-históricos aprendem o movimento Ancient Power, naturalmente (por Leveling Up). O mesmo golpe, fora introduzido na Geração II dos jogos de pokémon. Ele é um dos três ataques deste tipo, onde o pokémon pode elevar todos os Stats em um nível. Além disso, Ancient Powertambém tem um efeito especial sobre três pokés: Tangela, Piloswine e Yanma, evoluindo-os.


O golpe Ancient Power, visto no anime.

Aqui, mostraremos as fichas de cada um dos pokémon pré-históricos. Se quiser saber um pouco mais sobre os fósseis destes pokémon, você poderá encontrá-los nesta página.

Caso esteja interessado em saber um pouco mais sobre o mundo dos fósseis, encontrei um link educativo, onde você poderá ver os processos de fossilização dos seres vivos. Clique aqui, pra acessar o video educativo, roda em Flash Player(Aperte nos ícones de pontos de interrogação, pra descobrir como se produzem os fósseis, todo o contéudo é em inglês)

PS: Agradecimentos ao membro do fórum "Microondah", pela sugestão das artworks das fichas.

 


Sprites:
# 138 - Omanyte
Tipo: Pedra/Água
Cadeia Evolucionária: Omanyte » lv. 40 » Omastar
Origem do nome: Omanyte é um anagrama fonético da palavra ammonite, o ser marinho na qual ele foi baseado.
Versões: 
Red/Blue/Yellow/Fr/Lg/DPt/Hg
Ficha Informativa: 
Omanyte têm uma grande concha cor bege em suas costas. O seu corpo azul-celeste apresenta dez tentáculos (dois deles, maiores que os demais). Omanyte apresenta olhos em formato de pires. Omanyte usa as diversas câmaras dentro de seu concha espiralada, preenchendo-as de gás, pra flutuar debaixo d'água. Ele regula seu peso evacuando os gases dentro destes compartimentos.
Omanyte nada contorcendo os seus tentáculos. Se ele for atacado por algum inimigo, ele se retrai em sua concha resistente. O habitat exato de Omanyte é desconhecido, mas existem registros de que os Omanyte se escondem nas profundezas de cavernas úmidas. As Helix Fossils somente são encontradas nas regiões de Kanto e Sinnoh. Ao contrário de sua evolução, - Omastar - estes pokémon se alimentam de plânctons na natureza. 
Omanyte foi baseado nos extintos amonites, uma espécie de molusco.

Sprites: 
# 139 - Omastar
Tipo: Pedra/Água
Cadeia Evolucionária: Omanyte » lv. 40 » Omastar
Origem do nome: O nome de Omastar é uma combinação da palavra em japonês ōmugai (オウムガイ), - que significa nautilus - e de ammonite. Ambos são nomes das espécies de criaturas em que ele foi baseado. A partícula star se refere ao formato do seu corpo.
Versões: Red/Blue/Yellow/Fr/Lg/DPt/Hg
Ficha Informativa: O Omastar têm uma concha espiralada pesada, de cor bege e também apresenta espinhos. O seu corpo azul-celeste têm dez tentáculos (quatro deles, maiores que os outros seis). Omastar apresenta um bico como as de uma lula e os seus olhos apresentam pupilas em vertical.
O habitat exato de Omastar é desconhecido, mas muitos das Helix Fossils são encontrados em Kanto e Sinnoh. Omastar, ao contrário do Kabutops, têm uma predilência por esperar as presas se aproximarem o suficiente pra poder partir pro bote. Como ele não têm muita força e não podia se mover muito, ele prefere ficar fixo no solo e esperar. As informações da Pokédex indicam que o Omastar podia comer Shellders na natureza, abrindo as conchas com suas presas afiadas e sugando-os pra fora delas.
Omastar é o único fóssil pokémon que têm um motivo claro pra sua extinção. A sua concha ficou tão pesada, que ele ficou incapaz de se locomover e então, foram extintos pela falta de alimento. Omastar é muito semelhante a alguns tipos de ammonoidea, pois apresenta uma concha espinhosa.

Sprites:
# 140 - Kabuto
Tipo: Pedra/Água
Cadeia Evolucionária: Kabuto » lv. 40 » Kabutops
Origem do nome: O nome Kabuto veio da palavra em japonês kabutogani (兜蟹), que significa carangueijo-ferradura. Esta espécie é valorizada por ser um exemplar raro de um fóssil-vivo. Embora receba o nome decarangueijo-ferradura, ele não pertence ao grupo de crustáceos e sim, a dos escorpiões e aranhas. O termo em japonês pra kabuto (兜) significa elmo/capacete, referindo-se ao equipamento usado pelos antigos guerreiros samurais.
Versões: Red/Blue/Yellow/Fr/Lg/DPt/Ss
Ficha Informativa: Kabuto lembra um molusco com um casco resistente. Ele apresenta dois pontos pequenos na parte superior do casco. Ele utiliza estes "olhos secundários" pra perceber o que está acontecendo ao seu redor. A parte interna do casco é muito negra, apresenta dois olhos vermelhos, que chegam a brilhar no escuro e apresenta dois pares de patas pequeninas e amarelas. O seu casco pode se transformar num fóssil, onde ele será ressuscitado posteriormente.
A maior parte de seus ataques, usam as suas garras. Tanto pra arranhar ou pra drenar a energia do oponente.
Supõem-se de que os Kabutos escondem, sob a carapaça, um óleo, capaz de lhes garantir imortalidade; numa das Ilhas Laranja, uma colônia enorme destes pokés reviveram na luz da lua vermelha, provocando o desaparecimento da Ilha.

Sprites: 

Sprite do fóssil de Red/Green (Jp):

 
Sprite do fóssil de Red/Blue:
Sprite do fóssil de FireRed/LeafGreen:
# 141 - Kabutops
Tipo: Pedra/Água
Cadeia Evolucionária: Kabuto » lv. 40 » Kabutops
Origem do nome: O nome Kabutops, pode ser constituído do termo japonês kabuto (兜), que significa elmo/capacete, referindo-se ao formato rochoso de sua cabeça, tanto é que ela apresenta uma semelhança com um kabutogani (兜蟹), o carangueijo-ferradura. Já a partícula "Tops", deve ser uma referência às criaturas extintas triceratopsceratopsidae ou triops; a mesma particula também pode ser interpretado como o "top" da linha evolucionária do Kabuto.
Versões: Red/Blue/Yellow/Fr/Lg/DPt/Ss
Ficha Informativa: Diferentemente de sua pré-evolução, Kabutops passa a andar sobre duas patas. Um par de garras afiadas (ou foices) saem de seu exoesqueleto, além das placas toráxicas que se tornam visíveis. Ele apresenta seis grandes espinhos, localizados nas costas, sendo três deles em cada lado do corpo, próximo onde os espinhos dorsais terminam, ele apresenta uma grande cauda espinhosa. A sua cabeça é protegida pela armadura resistente como pedra.
O habitat exato de Kabuto é desconhecido, mas sabe-se que as Dome Fossils são encontradas nas regiões de Kanto e Sinnoh.  Mas, alguns fatos levam a crer de que Kabutops e Kabuto poderiam vivem nos oceanos e nas cavernas. O corpo de Kabutops lhe dá uma boa vantagem pra nadar e também podia caminhar em terra firme. Antigamente, Kabutops caçavam suas presas no oceano.
O Kabutops lembra bastante os euriptéridos, pequenos seres conhecidos como escorpiões-marinhos. Eles eram exímios caçadores tanto na água salobra marinha como nos riachos. A cabeça larga é idêntica ao cefalão dastrilobites e os espinhos encontrados nas suas costas são semelhantes àqueles localizados nas regiões toráxicas dastrilobites. As foices e o instinto predador são muito semelhantes as dos euriptéridos. Graças a estas características mescladas, ele também poderia ser baseado no gênero de trilobite Cheirurus.
Nos jogos de Pokémon R/G/B e seus remakes Fr/Lg, podemos encontrar um exemplo de um Kabutops fossilizado, no Pewter Museum.

 

Sprites: 

Sprite do fóssil de Red/Green (Jp):
Sprite do fóssil de Red/Blue:
Sprite do fóssil de FireRed/LeafGreen:
# 142 - Aerodactyl
Tipo: Pedra/Voador
Cadeia Evolucionária: Não evolui
Origem do nome: Aerodactyl pode ter se originado de um jogo de palavras; combinando aero (palavra grega que significa ar) ou aeroplano, com a palavra pterodactyl. A partícula "Aero" pode se referir ao formato na ponta da sua cauda (que é semelhante a ponta de uma "arrow", flecha em inglês).
Versões:Red/Blue/Yellow/Gold/Silver/Crystal/Fr/Lg/DPt/Hg/Ss
Ficha Informativa: Ele possui pressas serrilhadas nas quais, usa pra agarrar as suas presas. Suas asas apresentam uma pele esticada vinda da lateral de suas patas dianteiras. A ponta de sua cauda apresenta uma forma triangular, como a ponta de uma flecha. A cauda está ligada ao seu corpo oval, de coloração cinza. Aerodactyl têm olhos verde-escuros e seu corpo é duro feito pedra, em suas costas, ele apresenta uma protuberância, ligada a sua espinha dorsal.
O habitat exato de Aerodactyl é desconhecido, mas alguns exemplos vivos podem ser encontrados em cavernas subterrâneas, a algumas dezenas de metros, debaixo do solo. A única forma de ressuscitar Aerodactyl é usando uma Old Amber. Sabe-se que eles viviam em áreas montanhosas.
Ele é capaz de voar a grandes velocidades e agarra as suas presas com a sua poderosa mandíbula. Depois de capturada, ele rasga a garganta da presa pra matá-la rápidamente. Ao contrário do que se pensa, Aerodactyl não são exclusivamente carnívoros. Eles são onívoros, ou seja, se alimentam tanto de frutas, quanto de carne.
Ele é baseado no pterossauro, répteis pré-históricos alados; principalmente do grupo dos rhamphorhynchus. Ele também possui algumas características dracônicas, tais como os dos wyvern, - uma variedade de dragão com duas patas - explicando assim, o porquê de Lance (campeão de Kanto~Johto) ter um destes em sua equipe. Além disso, é capaz de aprender golpes tipo Dragão e golpes tipo Fogo, reforçando a ideia de algum parentesco com dragões.
Eles são os pokémon mais rápidos do tipo Pedra, com a Stat Base de Velocidade em 130 pontos, empatando com Crobat, o cargo de pokémon voador mais veloz. Ambos perdem pro Ninjask no quesito Velocidade. Ele é o único pokémon que pode aprender Hyper Beam e Giga Impact, em sua learnset.

Sprites: 
# 345 - Lileep
Tipo: Pedra/Planta
Cadeia Evolucionária: Lileep » lv. 40 » Cradily
Origem do nome: Lileep pode ser a combinação de Lírioe peep (em inglês, significa espiar) ou seja, um lírio espiando na escuridão. A partícula "-eep" também poderia provir ou de deep (profundo, em inglês) ou de sleep(dormir), variando o significado, como: "um lírio que veio das profundezas do solo oceânico" ou "um lírio que adormeceu por cem milhões de anos como um fóssil".
Versões: Ruby/Sapphire/Emerald/DPt/Ss
Ficha Informativa: Ele têm oito pétalas em forma de tentáculos, de cor rósacea, que brotam da abertura da parte superior de seu corpo. O corpo têm um formato de uma taça e apresenta um conjunto de desenhos de círculos amarelos que copiam olhos. Porém, os olhos verdadeiros (também amarelos) estão escondidos nas trevas da sua abertura (de modo similar aos Kabutos). A porção superior dele é conectada ao inferior pela haste amarelada, que sái da base semi-esférica. A base apresenta quatro "raízes" que fixam-o no solo. Uma destas "raízes" pode eventualmente se transformar num fóssil. Ele é um pokémon que não é mais encontrado na natureza, mas, graças a ressuscitação destas espécimes, os pesquisadores poderão coletar mais dados sobre a vida deles.
Geralmente, este pokémon não se movimenta muito, pois prefere ficar fixo em rochas ou no solo oceânico. Ele leva a vida simples de um pokémon predador. O seu corpo fica imóvel, na maior parte do tempo, ancorados numa rocha no solo marinho pra capturar sua comida e ocasionalmente move a boca pra capturar suas presas. Em sua posição elevada, ele tenta escanear possíveis presas, usando os seus dois olhos. Ele também movimenta os seus tentáculos pra agarrar objetos ou pra atrair as presas, que são enganadas, pois elas imitamalgas-marinhas, que se movimentam lentamente. Quando a presa se aproxima o suficiente, ela é engolida inteira, pela enorme sua enorme boca.
O habitat exato deles ainda é desconhecido, mas sabe-se que seus fósseis são encontrados em Hoenn e em Sinnoh (não existem fósseis destes espécimens em Johto, embora exista um modo de obter um exemplar de Root Fossil em SoulSilver). Seu habitat original deve ser algum lugar no sub-solo oceânico. Esta ideia é reforçada nos games da série Mystery Dungeon, onde eles são encontrados nas profundezas do sub-solo oceânico e em cavernas conectadas ao oceano.
Ele pode ter sido baseado nos crinóides conhecidos comolírios-do-mar, animais marinhos que são parentes dasestrelas-do-mar.
Um fato curioso acontece nesta família de pokémon. Um Lileep shiny apresenta a mesma coloração de sua evolução.

Sprites: 
# 346 - Cradily
Tipo: Pedra/Planta
Cadeia Evolucionária: Lileep » lv. 40 » Cradily
Origem do nome: Seu nome pode ter sido formado na combinação ou, de cradle e lily (lírio), significando "lírio que embala"; Ou, de crag e lily (lírio), literalmente "lírio de penhasco"; Ou então, de crazily e lily (lírio), "o lírio que espera ansiosamente".
Versões: Ruby/Sapphire/Emerald/DPt/Ss
Ficha Informativa: Ele têm algumas marcas em sua pele que remetem a olhos. Os seus olhos verdadeiros, são os pontos amarelos que estão dentro da parte enegrecida de sua cabeça. Ele apresenta oito tentáculos rosados em volta de seu pescoço. Seu corpo é constituído de quatro cilindros. Ele é um pokémon que não é encontrado na natureza. A única forma de encontrá-lo, é através da evolução de um Lileep ressuscitado.
Antes de serem extintos, eles habitavam em ambientes adjacentes a leitos de água, como os mares ou oceanos, principalmente de água quente. Seu ninho era feito nos bancos de areia. Era bastante comum, vê-los nas praias quando as ondas recuavam. Pra evitar serem varridos pela maré, eles usavam o seu corpo como uma âncora.
Os fósseis destes pokémon são encontrados em Hoenn e Sinnoh (não existem fósseis destes espécimens em Johto, embora exista um modo de obter um exemplar de Root Fossil em SoulSilver). Eles são carnívoros. Quando precisam caçar, eles se movimentam sigilosamente no solo oceânico. Se aproximam do alvo e então, usa os seus maciços tentáculos pra agarrar e devorar a presa. Ele é muito cruel enquanto digere o alimento, pois os seus tentáculos secretam um corrosivo ácido. A sua força é muito maior que a de sua pré-evolução.
Ele pode ter sido baseado nos crinóides conhecidos comolírios-do-mar, animais marinhos que são parentes dasestrelas-do-mar.
Um fato curioso acontece nesta família de pokémon. Um Cradily shiny apresenta a mesma coloração de sua pré-evolução.

Sprites: 
# 347 - Anorith
Tipo: Pedra/Inseto
Cadeia Evolucionária: Anorith » lv. 40 » Armaldo
Origem do nome: O nome Anorith possivelmente poderia vir da combinação de Anomalocaris e lith, que significa rocha ou pedra.
Versões: Ruby/Sapphire/Emerald/DPt/Hg
Ficha Informativa: Ele apresenta oito lóbulos, (estas penas esquisitinhas, com coloração branca e extremidade vermelha) que usa pra se locomover na água. Este pokémon aquático, é um artrópode de coloração verde-acinzentado, os seus olhos perolados estão nas laterais de sua cabeça. Na parte superior da cabeça, existe um semi-círculo negro com dois pontos vermelhos. As garras de Anorith são ligadas à cabeça,  são grandes e segmentadas, elas servem como mecanismo de defesa e ataque. Estas mesmas garras podem se tornar fósseis. A sua carapaça é cinza e a cauda é pequena com dois espinhos acizentados.
Ele caça as suas presas no fundo do oceano e as agarra com suas garras afiadas. Os fósseis destes pokémon são encontrados em Hoenn e Sinnoh (não existem fósseis destes espécimens em Johto, embora exista um modo de obter um exemplar de Claw Fossil em Heartgold).
Eles são baseados nos anomalocaris, um artrópode pré-histórico que caçava trilobites. Eles se assemelham um pouco com as trilobites também.

Sprites: 
# 348 - Armaldo
Tipo: Pedra/Inseto
Cadeia Evolucionária: Anorith » lv. 40 » Armaldo
Origem do nome: Seu nome pode ter se originado na ruptura da palavra armor (armadura); porém, pode ser que ele tenha se originado da combinação entre armor earmadillo (tatu).
Versões: Ruby/Sapphire/Emerald/DPt/Hg
Ficha Informativa: Ele é um anfíbio bípede, que lembra um pouco a tamarutaca é coberto de grossas e pesadas placas resistentes ao desgaste. A sua cor predominante é azul. Seus olhos ficam localizados na lateral de sua cabeça. Ele preserva o desenho da seua pré-evolução, localizado na parte superior da cabeça. No longo pescoço encontram-se lóbulos em três pares (ao invés de quatro pares, de sua pré-evolução). Sua mandíbula inferior é colorida de amarelo. A mesma cor, prevalece nas bordas da armadura interna. Existem dois anéis amarelos em volta dos buracos, por onde saem as suas patas segmentadas, em forma de lâmina. As bordas amarelas também estão presentes nas barbatanas em forma de asas, na parte inferior de seu corpo. As suas patas traseiras são grossas com joelhos coloridos de negro. A sua cauda é similar ao do Lugia, exceto pela cor azulada.
O seu habitat exato ainda é desconhecido. Os fósseis destes pokémon são encontrados em Hoenn e Sinnoh (não existem fósseis destes espécimens em Johto, embora exista um modo de obter um exemplar de Claw Fossil em Heartgold). As suas garras têm poder suficiente pra atravessar placas de aço. Quando se sentem incomodados, responderá com poderosos ataques e só se acalma depois de comer comida. Ele geralmente vive em terra e sai pra caçar nos oceanos.
Ele é baseado no anomalocaris, mas também compartilha algumas semelhanças físicas com os dinossauros.

Sprites: 
# 408 - Cranidos
Tipo: Pedra
Cadeia Evolucionária: Cranidos » lv. 30 » Rampardos
Origem do nome: Seu nome deriva de crânio, referindo-se ao forte crânio; e dos, uma terminação comum pros nomes de dinossauros.
Versões: Diamond/Platinum
Ficha Informativa: Seu corpo acizentado lembra a aparência de um dinossauro, chamado pachycephalosaurus. Um desenho azulado em zigue-zague cobre boa parte de seu corpo. Com uma cauda curta, patas dianteiras curtas e grossas, que podem ser bem utilizadas pra atacar. Ele têm um focinho encurvado, olhos vermelhos e a cabeça é colorida de azul, com quatro espinhos em sua volta. Suas patas traseiras apresentam quatro garras.
Eles viviam nos densos bosques a cem milhões de anos atrás, ele removia as árvores que obstruiam o seu caminho, com as suas cabeçadas. Os fósseis destes pokémon são encontrados apenas em Sinnoh (não existem fósseis destes espécimens em Johto, mas pode-se enviar um pokémon segurando um Skull Fossil pros games Hg/Ss e revivê-lo em Pewter City). Ele é um carnívoro e abatia as suas presas com a sua cabeça. Estão extintos da natureza e somente existem exemplares clonados de fósseis. A caveira deste pokémon, comumente se transforma em um fóssil.
Ele é um pokémon baseado no pachycephalosaurus. Este pokémon é portador de um dos maiores valores de Base Stat pra Ataque, atingindo 125 pontos. Cranidos é um dos casos raros nos pokémon fósseis, pois ele evolui no nível 30, um pouco mais rápido do que os demais pertecentes a este grupo. Ele é um dos poucos fósseis que apresentam o tipo Pedra puro.

Sprites: 
# 409 - Rampardos
Tipo: Pedra
Cadeia Evolucionária: Cranidos » lv. 30 » Rampardos
Origem do nome: Seu nome é a combinação das palavras "ram" (pra bater em), "rampage" (violência), "hard" (sólido), e "rampar" (uma espécie de fortaleza). O sufixo "dos" é uma terminação comum pros nomes de dinossauros.
Versões: Diamond/Platinum
Ficha Informativa: Ele é um grande pokémon de coloração cinza e lembra um dinossauro que se assemelha com um pachycephalosaurus. Ele têm fitas azuis na sua cauda, nos joelhos e também nos punhos. Ele também têm um espinho em cada joelho. Ele têm um colar azulado em seu pescoço, com dois espinhos. Dois dos espinhos da sua cabeça são maiores do que demais. Seus olhos vermelhos são ocultados pela sua enorme fronte. Ele apresenta mais dois espinhos no seu nariz.
Como a sua pré-evolução, sua força está nas suas poderosas cabeçadas. Um perigoso predador que pode nocautear uma presa com apenas um golpe. O seu crânio, eventualmente se torna um fóssil (não existem fósseis destes espécimens em Johto, mas pode-se enviar um pokémon segurando um Skull Fossil pros games Hg/Ss e revivê-lo em Pewter City).
Ele é baseado na família dos pachycephalosauridae, mas os ornamentos da cabeça se assemelham às espéciesstygimoloch ou dracorex.
Ele é um dos pokémon com o maior Ataque dos games. Considerando as abilities e outros boosts, ele é o quarto pokémon com o maior Stat de Ataque; em números físicos, ele é o segundo, superado apenas por Deoxys Atk-Forme.
Ele é um dos poucos fósseis que apresentam o tipo Pedra puro.

Sprites: 
# 410 - Shieldon
Tipo: Pedra/Metálico
Cadeia Evolucionária: Shieldon » lv. 30 » Bastiodon
Origem do nome: Seu nome é derivado de "shield" (escudo) referindo-se ao formato de escudo de sua cabeça e "don", sufixo comumente usado pra nomear dinossauros.
Versões: Pearl/Platinum
Ficha Informativa: Ele é um pequeno pokémon reptiliano que lembra um protoceratops com corpo amarelado. Ele apresenta dedos com uma unha branca. Nas suas costas, temos uma corcova branca. Em sua face, vemos uma pele enegrecida, em forma de um escudo oval, no mesmo "escudo", percebemos a sombrancelha e a "linha" que cobre o seu focinho. Ele pode ter alguma relação com Aron, por causa da sua tipologia e na compatibilidade de suas movepools, especialmente a habilidade de aprender Metal Burst.
Ele vivia em densas florestas, mas ele foi extinto a mais de cem milhões de anos atrás. Somente existem clones ressuscitados de fósseis (não existem fósseis destes espécimens em Johto, mas pode-se enviar um pokémon segurando um Armor Fossil pros games Hg/Ss e revivê-lo em Pewter City). Eles se alimentavam basicamente de grama e berries. Ele têm o hábito de polir o seu rosto, nos troncos das árvores.
Ele é baseado num dinossauro da infra-ordemceratopsia e de um escudo. A falta dos chifres lembram muito um protoceratops.

Sprites: 
# 411 - Bastiodon
Tipo: Pedra/Metálico
Cadeia Evolucionária: Shieldon » lv. 30 » Bastiodon
Origem do nome: Seu nome é a combinação debastion (fortaleza) e don, um sufixo usado pra nomear dinossauros. Também é possível que seu nome tenha se originado a partir de bastille (outro sinônimo pra fortaleza). 
Versões: Pearl/Platinum
Ficha Informativa: Ele parece o cruzamento de umaescavadeira e um zuniceratops. O seu escudo remete a do muralha de um castelo, se olharmos pros pontos amarelos. Seu escudo é grande o suficiente pra protegê-lo dos ataques. Em suas patas, percebemos uma proteção extra, que parece brotar do chão. Em seu dorso existem espinhos. A cauda e suas costas são enegrecidas.
Ele vivia em densas florestas, mas ele foi extinto a mais de cem milhões de anos atrás. Somente existem clones ressuscitados de fósseis (não existem fósseis destes espécimens em Johto, mas pode-se enviar um pokémon segurando um Armor Fossil pros games Hg/Ss e revivê-lo em Pewter City). Mesmo aparentando ser agressivo, este pokémon é incrivelmente tímido e dócil. Eles protegem os filhotes de seu bando por um largo período de tempo. Eles são herbívoros, se alimentam apenas de grama e frutos.
Ele é baseado num dinossauro da infra-ordemceratopsia, seu escudo protetor se assemelha a uma muralha de castelo. Ele lembra bastante umzuniceratops. Ele é o pokémon fóssil com maior poder defensivo. Assim como a sua contra-parte, eles evoluem a partir do nível 30, um pouco mais rápido do que os demais fósseis.

 Liga Buster

Breve (Temos Vagas)



Photobucket
Photobucket

 Vagas

 Fan-Fic


Photobucket

 Mascote

Procurar no site

© Pokemon Buster 2011 todos os direitos reservados.

Site gratuito Webnode